segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Feliz 2014!

Estou aqui hoje para vos desejar um feliz 2014. Espero que este novo ano que se avizinha seja melhor que 2013. Desejo-vos tudo de bom e que todos os vossos sonhos e objetivos sejam concretizados. Não se esqueçam que há sempre algo bom ou positivo proveniente de uma experiência, por isso, não deixem os dias mais cinzentos deitar-vos abaixo, lutem por vocês, lutem pelo que querem e ambicionam (sem passar por cima de ninguém obviamente), encontrem o guerreiro que existe dentro de vocês. Sejam fiéis a vocês próprios e não deixem que ninguém vos impeça de sonhar. O sonho comanda a vida. Nunca percam a esperança por dias melhores. Sejam verdadeiros e tentem sempre aprender com cada obstáculo, queda ou erro que exista no vosso caminho. Partilhem, sejam solidários. Dêem e recebam. Façam coisas boas, por vocês e pelos outros pois aquilo que damos volta sempre para nós, seja bom ou mau. Sejam felizes. Façam alguém feliz. Sorriam.
Estes são os meus conselhos e desejos para todos vós, não só para este novo ano, mas para toda a vossa vida.
Maria João.

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Buraco negro

Sinto-me cheia de saudades mas ao mesmo tempo sinto um enorme vazio, como um buraco negro a sugar tudo à volta, cada migalha de felicidade.
Meu amor, os dias sem ti têm sido escuros e demasiado longos. Nada tem a piada habitual, nada me dá o gosto do costume. E ficar a um canto parece ser sempre a opção mais fácil. As coisas sem ti são dificeis. Os dias parecem não ter fim e as noites parecem inexistentes. Ando cansada, mais cansada que nunca, de uma gota de água faço um tsunami. A instabilidade instalou-se por estas bandas.
Sem ti, sinto-me vazia, sinto um frio no meu coração. Parece tudo dificil de ultrapassar.
O Inverno chegou e acho que agora as saudades aumentaram, os dias são frios e já não tenho os teus abraços quentes e acolhedores para me aquecerem pela manhã.
Quero acreditar que estás sempre comigo. Isso dá me sempre um pouco de conforto e de força para enfrentar mais um dia. Agora vejo o quão perfeito és para mim, o quanto és parecido comigo e o quanto me compreendes.
Obrigada pelo amor incondicional, amo-te!
mj

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Inimigos

O amor e o tempo são inimigos. É o tempo que acaba com um grande amor, quando a velhice chega e o coração já não é suficientemente forte para combater a fraqueza e afastar a morte. O tempo congela quando a pessoa que amamos está longe, ele faz dias parecerem séculos. Ele também faz questão de acelerar o tempo quando estamos bem juntos dos nossos mais que tudo, ele sem dúvida deveria ser multado por excesso de velocidade. 

mj

domingo, 28 de julho de 2013

Puzzle do amor

Num puzzle não existem duas peças iguais, isso quer dizer que cada peça está destinada a pertencer a um lugar. Claro que existem peças parecidas e por vezes, essas peças são colocadas no lugar errado, mas ninguém nota que ela não pertence ali, que ela não se encaixa ali. Mas não fica só por aqui, porque a peça que de facto devia estar naquele lugar terá de ser colocada noutro sítio. No final, quando o puzzle estiver "pronto" vais perceber que algo não está bem, que a imagem não deveria ficar assim, passas dias, noites, à procura do erro. E então tu vês! Aquelas peças estão trocadas, a principio nem notaste a diferença, mas no final havia um vazio, apesar de ser só de milímetros. E assim que mudas as peças e as pões correctamente, vês a diferença, em como agora está tudo perfeito, tudo em harmonia.
Uau, acabei de escrever um texto sobre o amor.
Cada pessoa tem alguém destinado, e demore o tempo que demorar ela vai encontrar o sítio onde pertence, apesar de todas as peças parecidas que se tenham cruzado no seu caminho.

terça-feira, 23 de julho de 2013

Alien

Às vezes as coisas ficam complicadas sem razão. Parece que uma espécie de brisa passa por aqui e vira tudo do avesso tirando o sentido às coisas. Apesar de não me ter movido nem um centímetro, sinto-me deslocada, por vezes isto acontece e deixo de me sentir em casa, sinto que não faço parte de nada, que não pertenço a lado nenhum. Sinto-me como um allien na Terra, não conhece ninguém, não pertence a lado nenhum e não sabe o que fazer, e por não pertencer a lado nenhum não sabe como agir e parece que nada do que faz é suficientemente bom.
A solidão vai e vem, vai e vem, vai e vem, e eu aqui fico.

Maria João.

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Monstros


Olho em volta e arrepio-me. Parece inacreditável, como as coisas mudaram, como já nada é como antes. Isto é de loucos, por vezes penso que estou a sonhar. Como é suposto uma pessoa reagir quando tudo aquilo que conhecemos desaparece? Quando a realidade nos escapa por entre os dedos? Como é suposto manter-mo-nos firmes quando nos tiram o chão?
Onde estão as pessoas? E quem são estes monstros?
E agora há que embarcar na viagem em busca de uma nova realidade, esquecer tudo o que ficou para trás porque o tempo não volta atrás e arranjar um novo lugar para viver porque todos os outros estão cheios.

Maria João


segunda-feira, 17 de junho de 2013

Desmoronar

Foste aquela pessoa que prometeste nunca ir, aquela que esteve (quase) sempre lá. Aquela que sabia tudo sobre mim, que era a minha irmã, aquela por quem punha as mãos no fogo. Eras em quem eu confiava, aquela espécie de abrigo para onde podia sempre voltar. Ajudavas-me sempre em tudo e não me julgavas. Partilhámos coisas incríveis. Tínhamos uma cumplicidade enorme, algo diferente, algo que eu considerava imortal apesar das zangas e do tempo.
Sempre esperei que estivesses lá para me levantar quando eu caísse e que nunca fosses embora, porque um irmão não abandona o outro. Estive lá para ti quando precisaste. Tentei sempre mostrar-te o quanto importante eras para mim. Defendia-te e protegia-te de todos. Tinha orgulho em ti, admirava-te. Conhecia-te melhor que ninguém.
E um dia, eu caí, estendi-me ao comprido e já não estavas lá para me dar a mão, já não estavas lá para me dar aquele abraço. E isto foi-se repetindo, cada vez mais ausências, cada vez mais falhas, cada vez mais frieza, cada vez mais distância. O que é suposto uma pessoa fazer quando sente o chão a ruir? Como é que uma pessoa consegue deixar ir algo que deu tanto trabalho a construir? Desperdiçar algo tão bonito?
mj.

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Estrela Sírio

Espero sinceramente que um dia encontres alguém como eu encontrei, sejas tu quem fores. Espero que um dia tenhas a honra, a felicidade de teres alguém do teu lado como eu tenho. Alguém que do dia para a noite faça com que tudo passe a fazer sentido, alguém que te dê valor, que te faça sentir feliz e especial, alguém que te apoie. Espero que possas ter uma pessoa que te aceite tal como és, que não te julgue e que realce o melhor que há em ti, que nem tu conhecias. Esse alguém vai trazer luz para a tua vida, vai fazer com que não existam  dias cinzentos, mesmo que esteja a trovejar. Essa pessoa fantástica, essa pessoa linda, vai passar a ser o teu herói, o teu mais que tudo, o teu lar doce lar, oh e como é bom estar em casa! Essa pessoa cuja força é inesgotável tal como o teu orgulho nela, vai abraçar-te com toda a sua força mesmo sem razão, vai limpar as lágrimas da tua cara e juntar todos os pedacinhos do teu coração mesmo que não tenha sido ela a parti-lo, essa pessoa não vai desistir de ti, vai abdicar de coisas que gosta só para estar contigo, vai investir o seu tempo contigo. Vai apoiar-te nas tuas derrotas, ajudar-te a levantar e a recompores-te, mas também vai festejar cada vitória tua como se fosse a dele. Esse indivíduo maravilhoso, que anda por aí à tua procura, vai fazer os teus olhos brilharem mais que a estrela Sírio. Aos teus olhos essa pessoa vai ser perfeita porque cada imperfeição a torna especial e única. Vão magoar-se, vão discutir, vão chocar um com o outro, vão partir o coração um ao outro mas tudo passa. E o que seria o amor sem desentendimentos? Mas não te esqueças, se encontrares essa pessoa, não a deixes fugir, aproveita cada minuto com ela, aproveita todos os momentos, investe nela o teu tempo, apoia-a, fá-la sorrir, fá-la feliz, ama-a e ESTIMA-A!


segunda-feira, 13 de maio de 2013

Até já!

Vai haver sempre alguma coisa a separar-vos, a dar sinal que um de vocês tem de ir embora ou alguma coisa que impede o vosso encontro, seja a campainha da escola que põe fim aos 10 minutos mais interessantes e esperados do dia inteiro, o"não" da tua mãe a uma ida ao cinema ou a um simples passeio, o tempo que está mau, a chuva que cai, o teste que um de vocês vai ter amanhã ou assim. Vai haver sempre algo a relembrar-te que a despedida está perto, sejam as férias que estão quase a chegar, ou o dia de aulas que chegou ao fim, ou o fim de semana que se quer mostrar. Vai haver sempre um pequeno grande receio que chegue, finalmente, a hora da despedida, em que os vossos caminhos se separam, um medo estupidamente grande que te consome a ti, ao teu sorriso, à tua felicidade, à tua esperança e às tuas energias positivas. É o medo de ficares sozinha, de não teres ninguém que te abrace, que te console e apoie como só ele sabe, é o medo de perceberes que não tens amigos, é o mesmo da mudança. Porque, de facto, quando algo está bem, tem de haver algo a estragar, algo a separar. A distância vai ser só mais uma prova, mais um desafio, um dos muitos que vocês terão de ultrapassar. Tenho a certeza que o adeus vai custar, que as ausências não vão ser fáceis, os pensamentos vão ser inevitáveis e as lágrimas incontroláveis. A idade nunca pareceu importar, mas agora que terás de o ver partir sem puderes fazer nada, porque ele tem de seguir o seu caminho, essa impotência faz-te ficar revoltada e com inveja por veres casais que têm tudo facilitado, mas não aproveitam, parece injusto não parece? Ver casais da mesma idade, do mesmo ano, da mesma turma; a partilharem a mesa nas aulas, a irem a visitas de estudo juntos, a fazerem os tpcs em conjunto, a estudarem lado a lado... E tu a tentares conter as lágrimas e a todo o custo tentares preparar-te para veres o teu namorado a dizer-te adeus por uma semana, longe de ti, com uma vida totalmente diferente da tua. E o que mais revolta não é saber que os outros têm essas oportunidades, mas sim vê-los a desperdiçarem-nas. O tempo passa e o teu coração acelera. Mas sabes? Vocês já passaram por tanto, são tão fortes. Ninguém disse que ia ser fácil mas vocês continuam a lutar, continuam a tentar e a esforçarem-se.
...

Apesar de ter medo, sei que somos fortes e que podemos ultrapassar qualquer coisa, basta acreditarmos.
AMO-TE! 
mj.


quarta-feira, 8 de maio de 2013

proteção.

Amor, sei que as coisas não são fáceis. Na verdade nada nesta vida é fácil. Nada é garantido mas amor, eu estou aqui. Estou aqui para te abraçar e apoiar. Estou aqui, porque se o teu mundo desabar eu vou estar aqui para o suportar, para o consertar e para não deixar que ele te deite abaixo. Nunca conheci ninguém como tu, nunca gostei de ninguém como gosto de ti. Por favor, deixa-me tratar de ti, desse frágil coração. Deixa-me proteger-te e tomar conta de ti. Nós somos fortes, mais fortes que tudo. A vida não é fácil, ninguém disse que seria, mas contigo, do meu lado é muito melhor. O amor é complicado e instável  mas é perfeito contigo.
Eu estou aqui.
Amo-te!

sábado, 30 de março de 2013

Descomplica!

Tenho saudades de quando as coisas eram simples. Eram tão fáceis, tão alcançáveis. Não sei em que época foi essa fase, mas lembro-me que na minha vida houve uma fase de muita paz, de muita calma e serenidade. As coisas deveriam ser sempre assim, mais fáceis, mais calmas para que possamos desfrutar e aproveitar esta caminhada ao máximo. Para que possamos ser mais felizes, para nos dedicarmos mais àqueles que tanto amamos. Talvez se a vida não fosse tão complicada, não seriamos obrigados a dar tantas voltas à nossa vida, assim  quem sabe se pudesse extinguir a saudade. A saudade não mata mas moí.
Pode ser que um dia alguém carregue no botão "descomplicar" e aí cada um de nós poderá aproveitar a vida ao máximo, sem problemas, sem impasses, sem perguntas, sem horários.

segunda-feira, 11 de março de 2013

Mala Azul ♥

E num dia, que parecia normal, tu entraste pela minha vida, sem qualquer aviso. Pousaste as tuas coisas, aquela mala azul cheia de carinho e amor, parecias determinado a ficar e ficaste. Desde o primeiro instante que senti que eras especial, que eras diferente de todas as outras pessoas que passaram pela minha vida. Desde a primeira conversa que vi em ti um amigo, alguém em quem podia confiar. Deste cor à minha vida, fizeste com que ela ficasse mais definida. A cada dia que passava crescia em mim um sentimento, um sentimento que a principio era tão frágil, do qual eu queria tomar conta. Esse sentimento cresceu, e continua a crescer, tal e qual como uma planta; sentimento que a principio não sabia explicar, mas com o passar do tempo eu descobri que era amor.
Marcaste a minha vida de uma maneira descomunal, deste-lhe uma reviravolta. Moldámo-nos um ao outro e continuamo-nos a moldar. E em ti continuo a ver um amigo, o meu melhor amigo; mas agora é diferente, vejo em ti todos os meus sonhos reflectidos, vejo em ti um abrigo,vejo em ti alguém em quem posso contar, alguém que me faz feliz. Obrigada por estares sempre lá, não importa a hora; por nunca me teres julgado e por teres guardado todos os meus segredos. Obrigada pela paciência  carinho e amor incondicionalmente. Obrigada por estares sempre lá, mesmo quando não estás fisicamente. Obrigada por teres entrado na minha vida e por a teres enchido com essas coisas que carregavas na pequena mala azul. És sincero, e se calhar é isso que falta a muita gente. És um tesouro, és diferente de todos. És único. És muito em mim.
OBRIGADA POR TUDO.
Espero que nunca me deixes. Por sem ti, sem esse teu jeito envergonhado e único, sem essa tua mala azul, nada seria como é.
Amo-te. <3


terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Os príncipes existem.

Que história ridícula é essa de dizerem que não existem principes? Como é possível dizerem que cada menina neste planeta não tem um príncipe à sua espera? Isso é uma completa mentira. Todas as meninas têm direito a um rapaz que as faça feliz, que as faça sorrir a cada minuto e que as aqueça com um forte abraço nos dias frios de inverno. Alguém que as faças corar e que as faça rir quando o que mais querem é chorar. Existe alguém destinado para elas, alguém que as vai fazer rir até chorar, que as vai fazer sentirem-se umas autênticas princesas. Isso é um príncipe, alguém que vale a pena todos os sacríficios e que nos faz ter um motivo para sorrir e para acordar todas as manhãs.
Quando falo de príncipes não me refiro a rapazes que nos fazem acordar de um sono de 100 anos apenas com um beijo, mas que fazem com que um dia valha a pena só com um olhar. Um príncipe não é aquele que luta com uma espada ou que cavalga pela floresta num cavalo branco, mas sim aquele que te faz sentir protegida com o seu abraço e que afasta os teus fantasmas quando te dá aquele beijinho docinho na testa. Não são aqueles que dançam contigo em enormes bailes num castelo, mas sim aqueles que não têm medo de gritar por aí "amo-te". Um príncipe não tem de ser um rapaz rico, nem aquele que usa roupas de marca; mas sim aquele que te fará sentir amada e que não deixará ninguém magoar-te. Um príncipe não tem de ser aquele que sabe fazer tudo, nem aquele que usa palavras caras mas sim aquele que te dirá aquilo que precisas de ouvir na altura certa e que te dará um bocadinho de terra firme quando te sentes insegura. O príncipe será aquele que aos teus olhos é perfeito, apesar de todas as suas imperfeições.
Se encontrares um príncipe, não o deixes escapar, trata-o bem. E lembra-te, porta-te como uma princesa, para que te tratem como tal.

sábado, 9 de fevereiro de 2013

Inês B.

Hoje venho aqui para escrever para uma daquelas pessoas que estão tão presentes no nosso dia-a-dia e que por isso às vezes não nos lembramos de lhes agradecer por tudo e de exprimir o quanto gostamos delas, por isso, isto é para a Inês.
Desde já quero agradecer-te por tudo. Por todas aquelas gargalhadas, por aqueles almoços, pela compreensão, pelo carinho e pelo apoio. Obrigada por me aturares, mesmo naqueles dias em que estou mal humorada. Obrigada pelos conselhos e por toda a ajuda.
Estás sempre lá quando preciso, acredita que não me esqueço disso. Tento ajudar-te no que posso, podes contar sempre comigo.
Gosto muito de ti, sempre aqui.